Midiato

A terminologia “Ciências da Linguagem” tem sido empregada pelas mais diversas linhas de pensamento; entre elas, lembramos as de Noam Chomsky, Gilles Deleuze, Jacques Derrida, Michel Foucault. Vale ainda ressaltar que, entre essas linhas, algumas se mostram divergentes, como é o caso daquelas de Noam Chomsky e de Jacques Derrida. Essa terminologia designa estudos que levam em conta as condições e implicações, para a espécie humana, da assunção da linguagem. A realização de tais estudos encontra sua possibilidade no cruzamento dos achados da antropologia, das ciências cognitivas, da filosofia; da lingüística, da lógica, da psicanálise, da semiótica etc. Ocorre que, para o vasto campo da comunicação e das mídias, e para o abrangente campo do jornalismo em particular, é justamente este tipo de estudo que promove uma compreensão melhor do poder das palavras, de seus efeitos e da responsabilidade de que se reveste quem assume a produção de discursos. Por essa razão, ao propormos esse tipo de estudo e ensinamento, colocamos nossas disciplinas de graduação e pós-graduação numa seqüência sob a rubrica Ciências da Linguagem. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s