Nona edição da RuMoReS: Fronteiras midiáticas e diálogos narrativos

A Revista RuMoReS – Revista Online de Comunicação, Linguagem e Mídias, coordenada pelo MidiAto, lança mais uma edição.

No novo número, a revista traz o Especial Jornada Discente, reunião dos textos selecionados para publicação a partir da I Jornada Discente do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA-USP, realizada em novembro de 2010. Nessa compilação, “os debates em voga na área dos meios e processos audiovisuais, em trabalhos teóricos e analíticos e que abrangem diversos tipos de produção”.

A problematização dos sujeitos filmados é abordada por Sônia Barreto de Novaes Paschoal, Isabela Regina Oliveira Goulart e Clara Leonel Ramos, tratando, respectivamente, do interior paulista, dos latinos no cinema hollywoodiano e dos jovens cariocas.

Reinaldo Cardenuto, Maria Alzuguir Gutierrez e Sabina Anzuategui, “mais do que problematizar a questão dos meios, concentraram-se em objetos de análise ou narrativas que representam conflitos”: ABC da Greve, de Leon Hirzman, Cabezas Cortadas, de Glauber Rocha e O grito, de Jorge Andrade, são os objetos de discussão dos autores.

Por fim, outros autores privilegiam mídias além do cinema: “O domingo na TV aberta brasileira”, de Cláudia Erthal, “A submersão nas imagens sonoras: o som e suas dimensões reais e imaginárias”, de Damyler Ferreira e “A gravadora Marcus Pereira e o mapa musical do Brasil”, de José Eduardo Gonçalves Magossi.

Em sua edição tradicional, RuMoReS traz em destaque o Dossiê, composto por três textos que refletem o pensar sobre os objetos e seus efeitos numa cultura massiva. Sâo os artigos de Ricardo Ferreira Freitas, Marildo José Nercolini e o texto em co-autoria de Rogério Ferraraz e Maria Ignês Carlos Magno.

No corpo da edição, por sua vez, trabalhos que circunscrevem sobre diversos aspectos do discurso audiovisual, tais como a discussão sobre narrativa, marcas autorais, os jogos de interdição e as questões da representação e obscenidade. Os artigos publicados são: “Desired objects of Denys Arcand”, de Denys Arcand; “O cinema em quatro momentos da produção cronística de Graciliano Ramos”, por Thiago Mio Salla; “O modelo sociológico revisitado no documentário político Encontro com Milton Santos. O mundo global visto do lado de cá de Silvio Tendler”, de Maria Celina Ibazeta; “The Portuguese identity through tourist representations during Estado Novo”, por Cândida Cadavez; “Obscenidade e jogos de interdição”, de Andrea Limberto Leite; “Notas sobre a mimese: para pensar o teatro contemporâneo”, Fernando Kinas; “Notas sobre a mimese: para pensar o teatro contemporâneo”, Wilton Garcia ; “O personagem Carlitos”, de Edmundo Lobassi; “A Guerra de Canudos e a construção discursiva euclidiana”, de Alice Baroni. Além disso, uma entrevista com o Prof. Dr. Sérgio Mattos, realizada por Mayra Rodrigues Gomes, Ivan Paganotti e Nara Lya Cabral intitulada “Censura e indenizações, nova regulamentação para mídia”

Duas resenhas encerram a edição: “Tempos de imponderável revolução”, de Cláudio Coração a partir da obra Como a geração sexo, drogas e rock n´roll salvou Hollywood, e “Os sentidos dos objetos mortos: medições na comunicação urbana”, por Denise Tangerino e Diogo Andrade Bornhausen, a partir da obra O parque dos objetos mortos e outros ensaios de comunicação urbana.

Para acessar a revista: www.rumores.usp.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s