Trabalho estuda resgate histórico no Globo Repórter

[Publicações do MidiAto]

O pesquisador do MidiAto José Augusto Lobato apresentou, no 9º Encontro Nacional de História da Mídia, realizado em Ouro Preto (MG) no primeiro semestre deste ano, o trabalho “Memória, alteridade e a escrita da história no telejornalismo  brasileiro: o caso do Globo Repórter”.

Reprodução de TVO artigo analisa o programa de grande reportagem da Rede Globo, para observar de que modo suas narrativas resgatam aspectos históricos sobre universos exóticos apresentados. A análise se concentra no episódio “Ribeirinhos da Amazônia”, exibido em 2010, que apresenta o cotidiano de moradores de uma região de floresta de várzea no estado do Amazonas.

As conclusões ressaltam que, ao investir na documentação cotidiana e na estratégia de verossimilhança, o programa promove resgates esparsos e pouco aprofundados do percurso histórico do outro – o que influencia a experiência mediada de contato com a alteridade pelo telespectador.

Referências:

LOBATO, José Augusto Mendes. “Memória, alteridade e a escrita da história no telejornalismo brasileiro: o caso do Globo Repórter”. In: 9º Encontro Nacional de História da Mídia. Maio de 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s