Rosana Soares e Gislene da Silva articulam jornalismo e tradução

[Publicações do MidiAto]

cover_issue_1035_pt_BRO último número da revista “Galáxia” (capa ao lado), publicada pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP, tem artigo de Rosana Soares, professora da USP e uma das coordenadoras do MidiAto, em parceria com a professora Gislene da Silva, da UFSC. O texto “O jornalismo como tradução: fabulação narrativa e imaginário social” traça ligações entre os estudos de jornalismo e de tradução, dois campos, em princípio, desconexos. Um dos objetivos do trabalho é ” demonstrar possibilidades que ultrapassem a visão tradicional de que o jornalismo traduz fatos cotidianos para aqueles que não os vivenciaram e que a tradução linguística traduz textos originais para os que não podem decodificá-los, ambos os processos afeitos ao modo fiel, objetivo e veraz”.

No resumo do artigo, as autoras dizem que:

Tais visões compartilham a crença em certas dicotomias, como a separação entre verdade e linguagem, referencialidade e ficcionalidade, realidade e fantasia, fato e relato. Busca-se, desse modo, questionar a tradição da objetividade jornalística e da fidelidade ao texto por meio da assunção do caráter narrativo desses discursos e das marcas culturais neles presentes e das implicações disso no imaginário social.

Referências: 

SILVA, Gislene da; SOARES, Rosana de Lima. “O jornalismo como tradução: fabulação narrativa e imaginário social”. Galáxia, São Paulo, v. 13, n. 26, 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s