Thiago Venanzoni apresenta trabalhos durante o 7º Coneco, na UFRJ

Divulgação
Cartaz do Coneco, no campus da Praia Vermelha

O pesquisador do MidiAto e mestrando na ECA/USP Thiago Venanzoni é autor de dois artigos apresentados no 7º Coneco (Congresso de Estudantes de Pós-Graduação em Comunicação), realizado na UFRJ, de 15 a 17 de outubro deste ano. Os textos ainda não estão disponíveis online.

No primeiro, cujo título é “O perspectivismo ameríndio e uma possibilidade metodológica aos estudos de discurso e linguagem”, Venanzoni debate o perspectivismo ameríndio (Viveiros de Castro, 1996), que altera o regime relacional das categorias clássicas de “natureza” e “cultura”, como um método para estudar discurso e linguagem para além das catalogações linguísticas. “A percepção de uma cultura única e a existência de um multinaturalismo, termo construído por Viveiros de Castro, abre brecha para pensar uma fenomenologia que dialogue com os dispositivos foucaultianos, tendo no discurso o grande tema, e a linguagem no campo do Imaginário e do Simbólico”, diz o autor. O trabalho também se propõe a “pensar numa categoria do sensível a partir do conceito de natureza descrito por Alfred North Whitehead associando-o a uma nova ontologia, sugerida por Alain Badiou”.

Venanzoni também foi coautor do trabalho “Afetos contemporâneos e Comunicação: Algumas perspectivas”, assinado com Francisco Trento. Os autores discutem  um método de análise da comunicação pelos conceitos de “afeição” e “afeto” em Spinoza, a partir do comentário de Gilles Deleuze. O texto diz que “visa abrir debate para uma fenomenologia dos afetos, presenciado, sobretudo, nos meios maquínicos de comunicação” e “pensar a comunicação a partir dos afetos e agenciamentos para além do ‘humano’; adotando uma ontologia achatada que dialogue com a possibilidade das comunicações entre coisas ou seres viventes”. Para isso, ainda que de maneira muito concisa, eles trazem algumas discussões da “Ontologia Orientada às Máquinas” (Bryant, 2014) ou a “Ontologia Orientada aos Objetos” (Harman, 2011).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s