Ciclo de estudos Cartografias da crítica recomeça na terça, dia 29

O ciclo de estudos Cartografias da Crítica, promovido pelo MidiAto desde o início de 2015, continua neste segundo semestre. Os seminários, que recomeçam nesta terça, dia 29 de setembro, recuperam os fundamentos teóricos sobre crítica, abordando suas diversas correntes teóricas, com o objetivo de debater sobre o atual desenho dos estudos de crítica de mídia e de audiovisual. Os encontros ocorrem nas tardes de terça-feira, das 14h às 17h.

cartaz-cartografias_rebaixado-novasdatas

Teremos a apresentação de Andrea Limberto, com o título Por uma crítica de variedades e uma ordem do desgosto, a partir do texto de Leenhardt, “Crítica de arte e cultura no mundo contemporâneo”, que faz parte do livro Rumos da crítica, com organização de Maria Helena Martins (Senac, 2007). Seane Melo apresentará, em seguida, resultados de sua pesquisa, com o artigo Da grande reportagem ao escândalo político: os percursos do jornalismo investigativo no Brasil.

No ciclo de estudos, haverá sempre duas apresentações com caráter diverso, mas complementar. Primeiramente, apresentações recuperando percursos teóricos relevantes para os estudos de crítica e, na sequência, o estudo diferenciado de objetos de pesquisa a partir dos trabalhos acadêmicos associados ao grupo de estudos. A proposta destes encontros é sempre a de estimular o diálogo, numa dinâmica que privilegie justamente o embate crítico.

Mais do que exercer o julgamento sobre produções midiáticas e audiovisuais, o MidiAto procura desenvolver um posicionamento crítico em relação a elas. Isso significa observá-las do ponto em que se hibridizam, se refazem ou se curvam, oferecendo-se a uma interpretação que pode ser contrastiva a partir de outros meios, suportes e teorias.

O desafio aberto, assim, para este ciclo de encontros é o de fundamentar este lugar entre meios, suportes e teorias que as atuais produções nos favorecem enxergar a partir dos percursos teóricos já trilhados por estudos tradicionalmente considerados críticos. E o lugar teórico dos estudos de linguagem e das práticas midiáticas é privilegiado para que se desenvolva profusamente tal abertura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s