Cartografias da Crítica tem último debate na terça, dia 8/12

Nesta terça, 8 de dezembro, ocorre o último encontro do ano do ciclo de estudos Cartografias da Crítica, promovido pelo MidiAto desde o início de 2015. Os seminários recuperam os fundamentos teóricos sobre crítica, abordando suas diversas correntes teóricas, com o objetivo de debater sobre o atual desenho dos estudos de crítica de mídia e de audiovisual. As reuniões ocorrem nas tardes de terça-feira, das 14h às 17h.

No próximo encontro, haverá a apresentação de Mayra Rodrigues Gomes, com o título “Crítica como processo de divisão e classificação”, representando o debate de perspectivas sobre a crítica. Já entre as apresentações de pesquisa, teremos Thiago Venanzoni, trazendo sua pesquisa de mestrado em curso, “De um ponto ao Outro: uma proposta do olhar em Elefante”.

Os textos indicados para leitura são:

GOMES, M. R. “Sobre supervisão e controle: um exercício em torno da classificação indicativa”. Matrizes. Ano 7. nº 1 jan./jun. 2013. p. 127-147.

VENANZONI, T. De um ponto ao Outro: uma proposta do olhar em Elefante. s/p.

cartaz-cartografias_rebaixado-novasdatas

No ciclo de estudos, haverá sempre duas apresentações com caráter diverso, mas complementar. Primeiramente, apresentações recuperando percursos teóricos relevantes para os estudos de crítica e, na sequência, o estudo diferenciado de objetos de pesquisa a partir dos trabalhos acadêmicos associados ao grupo de estudos. A proposta destes encontros é sempre a de estimular o diálogo, numa dinâmica que privilegie justamente o embate crítico.

Mais do que exercer o julgamento sobre produções midiáticas e audiovisuais, o MidiAto procura desenvolver um posicionamento crítico em relação a elas. Isso significa observá-las do ponto em que se hibridizam, se refazem ou se curvam, oferecendo-se a uma interpretação que pode ser contrastiva a partir de outros meios, suportes e teorias.

O desafio aberto, assim, para este ciclo de encontros é o de fundamentar este lugar entre meios, suportes e teorias que as atuais produções nos favorecem enxergar a partir dos percursos teóricos já trilhados por estudos tradicionalmente considerados críticos. E o lugar teórico dos estudos de linguagem e das práticas midiáticas é privilegiado para que se desenvolva profusamente tal abertura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s