Pesquisadores do MidiAto se apresentam no Intercom

Vários investigadores do MidiAto participarão dos GPS (Grupos de Pesquisa) do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. O evento será realizado de 5 a 9 de setembro na USP, como parte das comemorações pelos 50 anos da criação da Escola de Comunicações e Artes.

“Silêncio e memória no jornalismo: mudanças discursivas e identidade jornalística em matérias sobre censura e liberdade de expressão” é o nome do artigo a ser apresentado pela professora da ECA/USP Mayra Rodrigues Gomes, uma das líderes do MidiAto, e Nara Lya Cabral Scabin, doutorando naECA/USP. O trabalho será debatido no GP Comunicação, Mídias e Liberdade de Expressão, no dia 8/9, das 9h às 11h (Centro de Difusão Internacional/ CDI, Bloco B sala 5, 2º andar). Leia o resumo:

Neste artigo, buscamos analisar os posicionamentos assumidos por veículos jornalísticos de expressiva circulação frente a episódios de censura ou ameaça à liberdade de expressão, em diferentes momentos históricos. Procuramos, em primeiro lugar, situar o Jornalismo em seu papel de relator eminente dos fatos, de coadjuvante na construção da História, da preservação e da memória. Em seguida, discutimos os princípios da Análise do Discurso em que baseamos nossas reflexões, destacando os trabalhos de Michel Foucault e Patrick Charaudeau. Por fim, comparamos conclusões sobre dados relativos ao passado (1946 a 1968) com os do presente panorama jornalístico (2006 a 2015), de modo a captar o processo que sustenta as variações dos ditos e não-ditos de cada época.

Thiago Siqueira Venanzoni, mestrando na ECA/USP, fala sobre “Metanarrativa da memória em conflito com o relato: o testemunhal e as imagens no documentário Homem comum” no GP de Cinema. A apresentação será no dia 7 , às 16h (Centro de Difusão Internacional/CDI, Bloco A, sala 3, 3º andar). O resumo do trabalho diz que:

O artigo pretende por em tensão as imagens construídas em narrativa no documentário de Carlos Nader, “Homem comum”, com a narrativa documental do relato testemunhal e como essas duas construções significantes se colocam em registros distintos na enunciação desse filme. Chamamos de imagens-narrativa a metanarrativa que opera uma descrição da memória entre o realizador e sua personagem. Como pano de fundo ao debate principal do texto, argumenta-se também o próprio documentário como gênero e a busca por outras possibilidades, fora do relato, da referencialidade e da representação do real, lugares em que esse modo narrativo sempre se ocupou.

No mesmo GT e no mesmo dia, pela manhã (das 9h às 10h45), Eduardo Paschoal de Sousa, mestrando na ECA/USP, discute o trabalho “Tensões Narrativas nas Obras de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes”. A apresentação será no Centro de Difusão Internacional/CDI, Bloco A, sala 5, 3º andar. Em resumo, o paper diz:
O presente artigo busca analisar como quatro obras dos diretores brasileiros Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, realizadas em conjunto, expandem os limites dos territórios e gêneros cinematográficos, produzindo discursos híbridos e explorando entremeios narrativos. Aborda também a maneira como se aproximam do filme de arte e do filme-ensaio, em composições que tendem a um cinema de impressões, composto sensivelmente pelo deslocamento.
José Augusto Mendes Lobato, doutorando na ECA/USP, fala sobre “Jornalismo e Narratividade em Sintonia: Um Percurso Teórico-Conceitual pelos Elementos da Grande Reportagem”, no GP Teoria do Jornalismo(no dia 8/9, das 9h às 13h (ECA, Prédio 1 sala Aprendizado Eletrônico, 1º andar). Leia abaixo a síntese do texto:
No intuito de articular as diversas reflexões teóricas a respeito da tensão entre narratividade e referencialidade no discurso de informação, este texto busca definir os elementos de linguagem da grande reportagem jornalística, diferenciando-a de outros formatos. Para isso, analisamos a configuração do gênero e de seus pressupostos, funções e correntes, além de examinarmos os diversos conceitos de notícia e reportagem. Ao fim, mapeamos cinco grandes características da grande reportagem – ampliação espaço-temporal e contextual; construção dramática; reforço da enunciação/autoria; singularização do fato; e uso de índices de ficcionalização – e aventamos a hipótese de que, mais que uma variação do campo do jornalismo, esse formato é uma manifestação da narratividade ou ficcionalidade, sempre presentes em maior ou menor medida nos textos de informação.

No GP Estudos de Televisão e Televisualidades, Fernanda Elouise Budag fala do artigo ” Televisual, ficcional e ressignificações da memória cultural: combinações possíveis”. A apresentação ocorre no dia 7/9, das 14h às 18h, (ECA, Prédio 1, sala ADM-204, 2ºandar). O resumo segue abaixo:

A partir dos estudos de televisão e televisualidades, exploramos a construção de uma produção televisiva em articulação com os estudos da memória. Em nível macro, nossa proposta é entender as possibilidades com as quais a memória cultural insere-se nos produtos televisivos. Em nível micro, compreender como uma manifestação audiovisual ficcional em particular dialoga com a memória coletiva colocando em circulação formas de representação simbólica de histórias que remontam à nossa tradição oral, aos clássicos contos de fada. Metodologicamente, primeiro fazemos uma aproximação ao entendimento do gênero/formato que o produto ficcional em questão mobiliza; em seguida, assumindo que ele é construído a partir da técnica intertextual, identificamos como esta ocorre; e, por fim, mapeamos os novos sentidos que o repertório da memória ganha nos novos contornos recebidos.

Juliana Doretto, doutora pela Universidade Nova de Lisboa, faz apresentação no GP Mídia, Cultura e Tecnologias Digitais na América Latina. Seu artigo, “Indicadores Nacionais sobre TIC e Cultura: perspectiva qualitativa”, será debatido no dia 7/9, das 11h10 às 13h, no Centro de Difusão do Conhecimento/ CDI, Bloco B, sala 3, 2º andar. Veja abaixo a síntese do texto:

A pesquisa TIC Cultura, desenvolvida pelo CGI.br por meio do Cetic.br, tem como objetivo produzir indicadores e estatísticas que possibilitem compreender como o acesso às tecnologias de informação e comunicação e os usos que se fazem delas modificam práticas culturais da população brasileira, e como as TIC estão sendo incorporadas pelos equipamentos culturais na sua rotina interna de funcionamento e também na relação com o público. Neste artigo, analisamos um recorte dos dados levantados na fase qualitativa do projeto, com enfoque nos jovens de 16-17 anos.

Por fim, o GP Produção Editorial recebe a apresentação “Autoria em Periódicos Científicos de Ciências da Comunicação – uma avaliação das revistas Qualis A2”, da doutora pela ECA/USP  Renata Carvalho da Costa. O debate ocorre no dia 7/9, das 9h às 13h, no Centro de Difusão do Conhecimento/ CDI, Bloco A sala 11, 3º andar.

O artigo traz algumas das principais análises, considerações e conclusões apresentadas na tese doutoral Pesquisadores Brasileiros em Periódicos Científicos de Ciências da Comunicação, defendida e aprovada em agosto de 2015 no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo. Apresentam-se e analisam-se dados referentes ao perfil de autoria de artigos de periódicos do estrato A2 do WebQualis em Ciências da Comunicação (E-Compós, Famecos, Galáxia, MATRIZes e Revista da Intercom) tendo em vista titularidade, filiação acadêmica e temas abordados. Entre outros resultados, evidenciou-se a alta exigência de titularidade de autores por parte dos periódicos e os estudos dos meios como tema mais recorrente.

Anúncios

Um comentário sobre “Pesquisadores do MidiAto se apresentam no Intercom

  1. rosanalis

    Olá a tod@s!

    Como vimos nesse post do blog (obrigada Juliana!), vários de nós apresentarão trabalhos amanhã. Eu tbem estarei lá para prestigiar vocês… Então para quem quiser, podemos trocar mensagens para combinar um almoço coletivo (se é que isso será possível com tanta gente pela ECA, rs). Vamos nos falando e aos que estiverem no congresso… nós vemos por lá! 🙂

    Bjs e boas apresentações! Rosana

    Em domingo, 4 de setembro de 2016, “MidiAto | Grupo de Estudos de

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s