MidiAto promove seminário ‘Entretenimento e jornalismo: abordagens críticas’, no dia 6

No dia 6 de abril, às 14h30, o MidiAto promove o seminário “Entretenimento e jornalismo: abordagens críticas”, dentro do ciclo de estudos Cartografias da Crítica, que o grupo desenvolve desde 2015. No evento, Gislene Silva, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, fará uma apresentação sobre “Aspectos gerais da crítica acadêmica de coberturas jornalísticas”, e Marcio Serelle, da Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais, fará a palestra “Entretenimento como categoria cultural: uma abordagem crítica”.

cartaz_evento_abril5O seminário ocorrerá na sala 223 do CTR (Departamento de Cinema, Rádio e Televisão). A entrada é gratuita, e a organização conta com o apoio do PPGMPA (Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais). A moderação será feita por Rosana de Lima Soares, professora da ECA/USP e uma das líderes do MidiAto.

Veja abaixo detalhes sobre as apresentações:

Aspectos gerais da crítica acadêmica de coberturas jornalísticas
Gislene Silva

O estudo parte parte de uma pergunta: “o que e como criticam os que criticam?”. O objeto em questão circunscreve-se à crítica que acadêmicos do campo da Comunicação fazem de coberturas jornalísticas. Como objeto empírico elegeu-se um conjunto de artigos publicados em cinco revistas científicas espanholas, no período de 2011 a 2015. Foram observados temas das notícias; tipo de mídia; anos das coberturas analisadas; gêneros jornalísticos; métodos de análise; perspectivas de análises; e grau de criticidade. Nesta etapa, são apresentados resultados parciais, com destaque para a visualização geral dos temas, anos, tipos de mídia e gêneros analisados e também  com discussão introdutória a respeito das perspectivas mais frequentes de aproximação crítica de materiais jornalísticos.

Gislene Silva é professora do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, com pós-doutorado na ECA/USP (2009) e Universidad Complutense de Madrid (2016). Líder do Grupo de Pesquisa Crítica de Mídia e Práticas Culturais. Para a realização do estudo, recebeu apoio financeiro da Capes/Programa Estágio Sênior no Exterior.

Entretenimento como categoria cultural: uma abordagem crítica
Marcio Serelle

A partir da noção complexa de entretenimento (como atitude em relação a objetos, produto de indústria midiática, gesto político, aspecto específico do lazer, entre outros significados), a comunicação pretende apontar caminhos críticos que, para além da necessária passagem do texto ao contexto, examinem essa forma como categoria cultural. Busca-se, assim, abordagem que privilegie a análise de aspectos relacionados a matrizes narrativas e intertextualidades, às propostas de engajamento e  aos usos e possíveis funções sociais e culturais.

Marcio Serelle é professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, onde coordena o grupo de pesquisa Mídia e Narrativa e o Centro de Crítica Midiática. É o atual coordenador do GT Cultura das Mídias da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compós). Foi professor visitante no Centre for Critical and Cultural Studies, da Universidade de Queensland (2015), em estágio sênior pós-doutoral (bolsista Capes).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s