Calendário

O grupo de estudos MidiAto realiza encontros — abertos ao público — para discutir autores que tratam dos fundamentos teóricos da crítica da mídia, do jornalismo e do audiovisual.

As reuniões acontecem na ECA/USP (Avenida Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, São Paulo – SP), sempre às 14h, no CTR (Departamento de Cinema, Rádio e Televisão).

Segundo semestre de 2019

MidiAto

  • 8 de outubro: reunião de planejamento
  • 26 de novembro: lançamento do livro “Produtos midiáticos, práticas culturais e resistências”, organizado pelo MidiAto e pelo grupo de pesquisa Comunicação e Sociedade do Espetáculo, da Faculdade Cásper Líbero. Palestra do professor Cláudio Coelho, da Cásper Líbero: “Cultura e Resistência no Brasil: do moderno ao pós-moderno e do pós-moderno ao…”.

Leituras Críticas
Grupo de estudos com discussões de textos teóricos e pesquisas em andamento na pós-graduação.

  • 20 de agosto: apresentação com base no artigo:
    – SAUNDERS, M. “Autobiografiction: Experimental Life-Writing from the
    Turn of the Century to Modernism”. Literature Compass 6/5, 2009.

Discussão: “Ficcionalização de histórias de vida: reflexões sobre o conceito de ‘autobiograficção” – Jennifer Serra (pós-doutoranda ECA/USP)

  • 17 de setembro: apresentação com base nos textos:
    – LOPES, M. I. V. “Jesús Martín-Barbero e os mapas essenciais para compreender a comunicação”. Intexto, Porto Alegre, n. 43, p. 14-23, set./dez. 2018.
    – MARTÍN-BARBERO, J. Dos meios às mediações: comunicação. cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997.

Discussão: “Mediações como conceito articulador entre comunicação e cultura” – Sofia Franco Guilherme (doutoranda PPGMPA-ECA/USP)
Resumo: A discussão apresenta a mediação enquanto conceito chave para articular as relações entre comunicação e cultura. Com Martín-Barbero, deslocamos os questionamentos a respeito dos meios de comunicação para o debate de suas mediações.

  • 15 de outubro: apresentação com base nos textos:
    – HALL, S. A relevância de Gramsci para o estudo de raça e etnicidade. In: HALL, S. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG, 2003. p. 294-334.
    – MORAES, D. Comunicação, hegemonia e contra-hegemonia: a contribuição teórica de Gramsci. REVISTA DEBATES, Porto Alegre, v.4, n.1, p. 54-77, jan.-jun. 2010.
    – ROCHA, S.M. Entre a ideologia, a hegemonia e a resistência:dos modos de endereçamento como um diálogo entre a produção e a audiência de produtos audiovisuais. In: Anais da XIX Compós, 2010, Rio de Janeiro.

Discussão: “Hegemonia: polissemias e pensamento metodológico na comunicação” – Amanda Miranda (pós-doutoranda ECA/USP)
Resumo: O conceito de hegemonia é bastante usado nos estudos em comunicação, muitas vezes sem que se debata seu lastro teórico. Trataremos do conceito a partir das contribuições de Gramsci lido por alguns de seus intérpretes do campo comunicacional, pensando também em suas aplicações no pensar metodológico para objetos audiovisuais.

  • 5 de novembro: apresentação com base nos textos:
    – BANET-WEISER, Sarah. “The funhouse mirror”. Empowered: Popular Feminism and Popular Misoginy. Durhan: Duke University Press, 2018.
    – BERTH, Joice. O que é empoderamento? São Paulo, Pólen: 2019 (coleção Feminismos Plurais).
    – COLLINS, Patricia Hill. “Por uma política de empoderamento”. In: Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento. São Paulo: Boitempo, 2019.

Discussão: “Leituras críticas: empoderamento” – Natalia Engler Prudencio (mestranda PPGMPA-ECA/USP)
Resumo: O conceito de empoderamento vem se tornando palavra de ordem para vários feminismos e hoje se aplica tanto à política quanto à economia de lutas identitárias e visibilidades midiáticas. Desse modo, cabe recuperar o histórico de seu uso e problematizar eventuais apropriações pelo senso comum. O conceito será pensado dentro de uma perspectiva de justiça social construída em grande parte pelo feminismo negro e também no contexto da comoditização dos feminismos (BANET-WEISER, 2015).

Primeiro semestre de 2019

MidiAto

  • 12 de março: reunião de planejamento
  • 9 de abril: reunião de planejamento
  • 23 e 30 de abril: III Simpósio Linguagem e Práticas Midiáticas: Crítica das representações e mediações
  • 4 de junho: reunião interna
  • 25 de junho: Debate e lançamento dos e-books que reúnem textos da Profa. Dra. Mayra Rodrigues Gomes (ECA/USP e uma das líderes do MidiAto). O evento contou com a presença da autora, professores e alunos.


Leituras Críticas

Grupo de estudos com discussões de textos teóricos e pesquisas em andamento na pós-graduação.

  • 19 de março: reunião de planejamento
  • 21 de maio: discussão com base no texto de Ruth Amossy:

– AMOSSY, R. “Gerir o desacordo em democracia: por uma retórica do dissenso“. In: Apologia da polêmica. São Paulo: Editora Contexto, 2017, pp. 17-42.

Discussão:“Dissensos na circulação das obras: uma ideia de ruído” – Eduardo Paschoal (doutorando PPGMPA-ECA/USP)
Resumo: O propósito dessa reflexão é compreender como obras recentes do cinema nacional estimulam ruídos e algumas interpretações específicas, que alteram sua leitura, possibilitando mudanças em seu tecido narrativo, mesmo a partir de elementos que não estavam, necessariamente, nos filmes. Essas interferências extra-obra são importantes para examinar quais as interpretações que se destacam em uma circulação crítica da obra, e como elas se articulam no espaço público.

  • 18 de junho: discussão com base em duas obras:

– MARTÍN-BARBERO, J. “Diversidade em convergência”. Matrizes, v. 8, n. 2, p. 15-33, 17 dez. 2014.

Discussão:“Diversidade, um emblema do discurso” – Thiago Siqueira Venanzoni (doutorando PPGMPA-ECA/USP)
Resumo: O presente texto apresenta o problema conceitual que se coloca à diversidade como categoria analítica e crítica. Para essa apresentação abordou-se em Renato Ortiz, em seu livro Universalismo e diversidade (2015), a diversidade como um emblema na modernidade-mundo. Em Jesus Martin-Barbero, no artigo Diversidade em convergência, a relação entre globalização perversa e fabular e as brechas abertas pelas diversidades.

– MARINO, A.S. “Do infans ao ‘menor’ à concepção de criança e adolescente como sujeitos de direitos”. Mnemosine, v. 9, n. 2, p. 54-79, 2013.

Discussão:Delinquente, menor ou jovem em conflito com a lei? Disputas discursivas em torno da juventude periférica” – Caio Lamas (doutorando PPGMPA-ECA/USP)

  • 2 de julho: apresentações com base nos textos:

– BANET-WEISER, S., et al. Postfeminism, popular feminism and neoliberal feminism? Sarah Banet-Weiser, Rosalind Gill and Catherine Rottenberg in conversation. Feminist Theory, 2019.
– BANET-WEISER, S. Keynote Address: Media, Markets, Gender: Economies of Visibility in a Neoliberal Moment. Keynote Address: Media, Markets, Gender:
Economies of Visibility in a Neoliberal Moment, The Communication Review, 18:1, 53-70, 2015.

Discussão: “Feminismos e visibilidades” – Natalia Engler Prudencio (mestranda PPGMPA-ECA/USP)
Resumo: A apresentação se propõe a discutir o conceito de visibilidade enquanto empregado para tratar da emergência de feminismos na mídia contemporânea e apontar as dificuldades de tomar tal conceito como condição de partida para a análise, pois esta visibilidade se dá em diferentes modalidades, que devem ser delimitadas a partir da crítica a um objeto empírico específico.

– RIBEIRO, D. Lugar de fala. São Paulo: Sueli Carneiro e Editora Pólen, 2019.

Discussão: “Notas sobre lugar de fala” – Vivyane Garbelini (doutoranda PPGMPA-ECA/USP)

25 comentários sobre “Calendário

  1. Pingback: MidiAto inicia nesta terça ciclo de estudos Cartografias da Crítica | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  2. Pingback: Ciclo de estudos ‘Cartografias da mídia’ continua na próxima semana | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  3. Pingback: Ciclo de estudos Cartografias da Crítica continua nesta terça | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  4. Pingback: Ciclo Cartografias da Crítica fala sobre cinema e consumo no dia 2 | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  5. Pingback: Ciclo Cartografias da Crítica fala sobre cinema e consumo nesta terça | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  6. Pingback: Ciclo Cartografias da Crítica debate cibercultura e alteridade no dia 16 | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  7. Pingback: No dia 30, ciclo Cartografias da Crítica fala de mundanidade e jornalismo | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  8. Pingback: Ciclo de estudos Cartografias da crítica recomeça no dia 15 de setembro | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  9. Pingback: Ciclo de estudos Cartografias da crítica recomeça no dia 29 de setembro | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  10. Pingback: Cartografias da Crítica tem novo encontro na terça, dia 13 | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  11. Pingback: Cartografias da Crítica debate classificação e velhice nesta terça | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  12. Pingback: Cartografias da Crítica tem novo debate na terça, dia 1º | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  13. Pingback: Cartografias da Crítica tem novo debate na terça, dia 8/12 | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  14. Pingback: Mayra Rodrigues Gomes fala sobre Deleuze em ‘Cartografias da Crítica’ | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  15. Pingback: Aidar Prado fala sobre tensividade e afetos no Cartografias da Crítica | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  16. Pingback: Ciclo de estudos Cartografias da Crítica volta na terça, 12 de abril | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  17. Pingback: Cartografias da Crítica recebe Beth Saad e José Augusto Lobato – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  18. Pingback: Ciclo de estudos Cartografias da Crítica volta na terça, 16 de agosto – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  19. Pingback: Cartografias da Crítica debate imagens e mediações no dia 13 – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  20. Pingback: Cartografias da Crítica continua nesta terça, 20 – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  21. Pingback: No dia 18, Cartografias da Crítica aborda consumo de cultura pelas TIC – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  22. Pingback: Laura Cánepa fala sobre o horror no cinema brasileiro no Cartografias da Crítica – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  23. Pingback: Ciclo Leituras Críticas debate Ralé Brasileira no dia 10 – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  24. Pingback: Ciclo Leituras Críticas debate a mulher na teledramaturgia brasileira – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

  25. Pingback: Adiado encontro desta terça, 29, no ciclo Cartografias da Crítica – MidiAto | Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s