Nara Lya Cabral publica artigo na última edição da ‘Parágrafo’

 

Capa do último número da Parágrafo
Capa do último número da Parágrafo

Nara Lya Simões Caetano Cabral, do MidiAto, assina artigo com Vinicius Mizumoto na nova edição da “Parágrafo”, revista científica de comunicação social da FIAM-FAAM. O trabalho, intitulado “O mercado da cultura e da comunicação: desafios da liberdade de expressão na contemporaneidade”, pode ser lido aqui.

No resumo, os autores dizem que “o artigo propõe uma discussão dos mecanismos e valores ligados à primazia do mercado que se traduzem, atualmente, em formas de cerceamento da produção cultural e da comunicação social”. Assim, o texto reflete sobre “a noção de censura de mercado […] estabelecendo correlações com os conceitos de neoliberalismo, esfera pública e liberdade de expressão”.

O trabalho se insere no Obcom (Observatório de Comunicação, Liberdade de Expressão e Censura) da Universidade de São Paulo, do qual os autores fazem parte e que tem como proposta o estudo aprofundado da censura e da liberdade de expressão na contemporaneidade.

 

Anúncios

Mayra Gomes e Ivan Paganotti publicam em revista portuguesa

Sem títuloA professora Mayra Rodrigues Gomes, uma das líderes do Midiato, e Ivan Paganotti, investigador do grupo, publicaram artigo em inglês no último número da revista “Media & Jornalismo”, de Portugal, sobre a censura brasileira de “A Serbian Film”. O artigo, chamado de “Censorship beyond classification: the Brazilian reception of A Serbian Film”, pode ser lido aqui.

No resumo, os autores dizem que o trabalho apresenta resultados parciais de suas pesquisas sobre “as formações discursivas
que inspiraram o Manual da nova classificação indicativa, um conjunto de regras que guia a classificação de produções artísticas  e culturais como filmes, programas televisivos etc.”. No artigo, Gomes e Paganotti avaliam “a classificação de A Serbian film, um recente e polêmico processo no cenário brasileiro devido à recusa do Ministério da Justiça em proibir a exibição do filme”.

O texto relaciona-se com uma “pesquisa sobre censura, apoiada pela Fapesp, baseada em processos de censura, partindo da investigação de termos censurados, suas categorias, pressupostos e subentendidos, além da investigação da opinião pública sobre as intervenções dos censores, assim como as manifestações jornalísticas sobre essas questões”.

Referências:

GOMES, Mayra Rodrigues; PAGANOTTI, Ivan. “Censorship Beyond Classification: The Brazilian Reception of a Serbian Film”. Media & Jornalismo, Lisboa, n. 23, v. 12, n. 1, 2013.

Veículos jornalísticos usam a censura como forma de promoção

[Publicações do MidiAto]

Ivan Paganotti, pesquisador do Midiato, apresentou trabalho no último Comunicon (Congresso Internacional Comunicação e Consumo), promovido pela ESPM de São Paulo em outubro.

Site do "Estadão" traz especial sobre a censura no jornal
Site do ‘Estado’ traz especial sobre a censura no jornal

O trabalho Promoção pela proibição: valor da censura como marca de distinção na publicidade de veículos e produtos midiáticos” — veja apresentação do artigo aqui — debate casos recentes de autoproclamada censura de O Estado de S. Paulo e da revista Caras, avaliando como a proibição desses veículos pode ser usada na sua própria promoção.

“Além do pacto de confiança concedido pelos leitores em resposta à qualidade, os próprios meios de comunicação buscam forjar uma imagem de críticos incômodos e representantes do interesse público ao ostentar, de modo inusitado, as marcas de processos judiciais. A prova de sua credibilidade, assim, partiria do atestado negativo da censura: se a publicação foi calada, é porque incomodava, não se submetia e era independente”, diz o pesquisador.

A partir dessa hipótese, Paganotti esboça uma redefinição de sentidos pela qual passa o imaginário sobre a censura e sua valorização fetichista como marca de distinção na promoção da imagem de produtos midiáticos.

Referências:

PAGANOTTI, Ivan. “Promoção pela proibição: valor da censura como marca de distinção na publicidade de veículos e produtos midiáticos”. In: Congresso Internacional Comunicação e Consumo. Outubro de 2013.

Comunicação e censura, dos jornais ao teatro

Durante o Seminário Internacional de Comunicação e Censura, organizado pelo Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Censura, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), pesquisadores do Midiato coordenarão mesas e apresentarão os resultados de seus estudos.

A Profa. Dra. Mayra Rodriges Gomes coordenará duas mesas sobre suas pesquisas em censura política do jornalismo e sobre o controle e a crítica teatral na imprensa. Nessa segunda mesa, duas outras pesquisadoras do Midiato – Andrea Liberto Leite e Eliza Bachega Casadei – discutirão suas pesquisas no Arquivo Miroel Silveira.

18 de agosto, 18h – Mesa 3 – Jornalismo, Censura e Política
Coordenação: Mayra Rodrigues Gomes (ECA-USP)
Participantes:
Sérgio Augusto Soares Mattos (UFRB)
Ari Schneider (Editor Executivo do Jornal O Estado de São Paulo)
Carlos Manoel Chaparro (ECA/USP)
Sandra Reimão (EACH/USP)

19 de agosto, 14h – Mesa 4 – A censura ao teatro nos jornais
Coordenação: Mayra Rodrigues Gomes (ECA-USP)
Participantes:
Andrea Limberto Leite (ECA-USP)
Eliza Bachega Casadei (ECA-USP)

Clique aqui para ver a programação completa o evento.