Galeria de imagens resume dossiê sobre Eduardo Peñuela na RuMoRes

Anúncios

RuMoRes: Rodrigo Carreiro investiga os zumbis no cinema nacional

A nova edição da revista RuMoRes, do MidiAto, traz o texto Zumbis no cinema brasileiro: uma abordagem paracinemática, de autoria de Rodrigo Carreiro, professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco.

Leia o resumo do trabalho:

Um dos monstros mais populares do imaginário do cinema de horror internacional desde a década de 1930, o zumbi demorou a aparecer no cinema brasileiro, e tem permanecido uma figura marginal nos filmes produzidos no país. Amparado pelo conceito de paracinema, cunhado por Jeffrey Sconce, este ensaio procura traçar um panorama da presença do zumbi em longas-metragens nacionais e propor uma leitura política que permita explicar essa marginalidade.

Veja abaixo o trailer de “A capital dos mortos”, um dos filmes analisados por Carreiro em seu artigo:

Novo número da revista RuMoRes está online

ImagemRuMoRes, revista científica online dedicada aos estudos de comunicação, linguagem e mídias, lança sua edição de número 14 desafiando a prática jornalística em sua riqueza simbólica ao tentar desenhar seus contornos com outras áreas do conhecimento e com outras práticas de saber, seja na associação ou no confronto com elas. A publicação é de responsabilidade do MidiAto.

Artigos dessa edição:

  • Jornalismo e estudos culturais: a contribuição de Jesús Martín-Barbero (Ângela Felippi e Ana Carolina Escosteguy)
  • Contexto comunicativo: pensando um operador para análise de estratégias comunicativas no telejornalismo (Juliana Freire Gutmann)
  • Outros agentes na comunidade interpretativa do jornalismo (Bruno Souza Leal e Phellipy Jácome)
  • Entrevista no telejornalismo: configurações históricas da vigilância em programas de entrevista (Fernanda Mauricio da Silva)
  • O método Análise de Cobertura Jornalística e o acontecimento noticioso da doença do ex-presidente Lula (Gislene Silva e Rosana de Lima Soares)
  • Jornalismo colaborativo e redes sociais no mainstream: estudo comparado do jornal zerohora.com e do washingtonpost.com (Anelise Rublescki e Eugenia Barichello) 
  • Entre o céu e a terra: a cobertura das catástrofes e o discurso das autoridades (Márcia Franz Amaral e Rejane de Oliveira Pozobon)
  • O livro-reportagem e suas especificidades no campo jornalístico (Paula Melani Rocha e Cintia Xavier)
  • Dispositivos de interação entre jornal e leitor: as lógicas discursivas das organizações jornalísticas gaúchas (Viviane Borelli e Elisangela Carlosso Machado Mortari)
  • Identidades e representações nos sistemas midiáticos (in)formativos: a charge e a construção da imagem do Outro (Eliane Oliveira, Renata de Paula Santos, Rosane da Silva Borges)
  • (In)Comunicação, consumo e sociabilidade na cena urbana: breve reflexão a partir do cinema (Gisela Castro)
  • Narrativa fantástica e identidade brasileira na minissérie A cura (Maria Cristina Palma Mungioli, Ligia Maria Prezia Lemos e Issaaf Karhawi)
  • Os ritornelos da canção cinematográfica: escuta, imaginário e imaginação (Rodrigo Fonseca Rodrigues)
  • Crônica de um verão e Jogo de cena: tecendo outros cotidianos (Míriam Cristina Carlos Silva)
  • Imagem e jornalismo de revista: fotografia e representação feminina no Manifesto Tpm (Gisele Dotto Reginato)
  • A inserção dos sujeitos educacionais em processos midiáticos: usos/interações em discursos na construção de conhecimento para a produção acadêmica mediada pela internet (Reia Silvia Rios Magalhães e Silva)
  • Imersão em jogos pervasivos (Thaiane Moreira de Oliveira)
  • O discurso jornalístico sobre a instalação da Comissão Nacional da Verdade (Carmen Abreu)
  • Narrativas midiáticas como catalisadoras de controvérsias públicas (Thales Vilela Lelo)
  • Batalhas de afirmação, batalhas de institucionalidade: uma análise discursiva de performances da resistência no Duelo de MC’s” (Carolina Abreu Albuquerque),
  • Panorama da exibição das séries policiais na televisão brasileira” (Camila Prado Furuzawa).

A revista pode ser acessada em www.rumores.usp.br.

A chamada de artigos para a edição do segundo semestre de 2014, em sistema de fluxo contínuo, já está aberta. Os textos ou resenhas devem ser enviados para rumores@usp.br e as normas de envio encontram-se no site.

Sétima edição da revista Rumores no ar

A sétima edição da revista RuMoRes, publicada pelo MidiAto – Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas, já está online.

Com textos variados tanto em termos temáticos quanto teóricos, a revista conta com o Dossiê, apresentando três artigos sobre jornalismo escritos por Pedro Celso Campo, Bruno Sodré & Solano Nascimento, e Rafael Foletto & Efendy Maldonado. As mídias audiovisuais aparecem na edição com seis artigos de Alfredo Luiz Suppia & Cícero Inácio da Silva, Gustavo Souza, Marine Souto Alves & Cláudio do Carmo Gonçalves, Teresa Noll Trindade, Felipe Guerra e Eduardo Pires Christofoli. No campo das mídias digitais, três artigos estabelecem diálogos com os demais textos, especialmente aqueles voltados ao audiovisual: Patrícia M. Pésigo & Maria Ivete Trevisan Fossá, Bruno Costa e Agnus Valente. Os artigos de Carolina Leal Pires, Silvana Polchlopek e Juliana de Assis Furtado tematizam, sob diferentes aspectos, os estudos de discurso e as teorias da narrativa.

Duas resenhas encerram a edição deste que é o quarto ano da revista, confirmando sua vocação para a diversidade conceitual, a abrangência temática e a representatividade regional. Reunindo autores de diversas universidades brasileiras, com diferentes formações, a revista reafirma seu compromisso com a divulgação de pesquisas voltadas à cultura midiática atual em suas relações com os discursos e as narrativas nela presentes.

Para ler a sétima edição da RuMoRes, clique aqui.

Rumores apresenta um panorama da cultura em sua sexta edição

Publicada pelo MidiAto – Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas, a sexta edição da revista RuMoReS já está online e apresenta artigos de diversas temáticas como cinema e jornalismo.  Os artigos selecionados foram ordenados a partir de combinatórias possíveis entre seus temas: no Dossiê, é novamente o cinema que se torna objeto privilegiado de análise, com os textos de Laura Cánepa, Marcius Freire e Samuel Paiva. As relações entre os meios em termos de seus possíveis efeitos de sentido são apresentadas em quatro textos, escritos por Adriana Santos, Kelinne Guimarães e Maiara Silva; Ângela Marques; Vander Casaqui; e Marcelo Volpato. Sobre os discursos jornalísticos, encontramos abordagens diversas nos quatro textos de Eliza Casadei e Rafael Venancio; Fernando Resende; Mariana Duccini; e Terezinha Tagé. Finalmente, as representações sociais presentes nas mídias são relatadas nos quatro artigos finais, de Danúbia Andrade; Cristina Mungioli; Mauro Ventura e Reuben Rocha.

Esta edição marca, ao menos em parte, preocupações que têm tido presença constante em nosso horizonte e, com essa perseverança, talvez estejam a apontar para algo mais que a reminiscência. Lembremos, então, que a colocação de Julia Kristeva alude ao que torna a emergir no contexto de determinada cultura, a um tempo e lugar. Nesse caso, podemos dizer que a cada edição, para além das preocupações acadêmicas reinventadas, a Rumores assinala, ainda que parcialmente, pontos nodais no panorama de nossa cultura.

Para ler a sexta edição da RuMoReS, clique aqui.

Revista Rumores lança 5a edição e recebe novos artigos

CALL FOR PAPERS E DIVULGAÇÃO DO SITE

Caros colegas e amig@s,

Está no ar o quinto número da revista RuMoRes – Revista Online de
Comunicação, Linguagem e Mídias
(ISSN 1982-677X), uma publicação do “MidiAto – Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas” (ECA-USP) voltada para a divulgação de artigos científicos e resenhas que contribuam para o debate sobre temas da comunicação, mídias e linguagem.

A edição atual consolida o novo site da revista, reformulado para funcionar de maneira dinâmica. O leitor poderá navegar pelos textos publicados, independentemente da ordem das edições, pesquisando através de mecanismos de busca – recurso ainda raro em revistas digitais. Entre outras funcionalidades, será possível também adicionar comentários aos textos publicados e enviar material para avaliação pelo próprio site. Uma nova estrutura vem assim dinamizar todo o processo de leitura e de contato com a revista.

Convidamos todos a visitar o novo site no endereço: www.rumores.usp.br, e também divulgar a chamada de artigos para os próximos números, em sistema de fluxo contínuo.

As edições da revista também estão no Univerciência:
http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/rumores/index

Os artigos deverão ser enviados através do site da revista ou para o email: rumores@usp.br.

Abraços,
Comissão Editorial